Amante da Vida ... e do Prazer

Amante da Vida ... e do Prazer

TRADUTOR

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Remix - Fogo .... Paixão ..... Desejo .... Loucura

Como as ideias não abundam deixo-vos com a "remontagem" ....  (hummmm .... gosto desta palavra)  de um conto (fantasia, sonho, wathever)

OK, Comecem por relaxar e vão imaginando que é o vosso parceiro que vos está a dar prazer.

Para eles: imaginem que o estão a fazer às vossas parceiras. Talvez uma sugestão para o fim de semana ..... 






Preparei-me antecipadamente rapando todos os pelos em volta do meu jovem .... tomates etc. Sabia que iria provocar um efeito agradável mas não esperava o que aconteceu. Sentia-a a acordar e deslizei para o fundo da cama, sentei-me colocando os seus pés em cima das minhas pernas, quase quase tocando os tomates. Puxei do oleo massajador e agarrando num pé comecei uma massagem estimulante que a fazia contorcer à medida que passava os meus dedos pela planta dos pès, dedos, tornozelos... comecou a vibrar quando um a um chupei os dedos dos pès... trincava, chupava, lambia, massajava e voltava a trincar ... vi que os seus mamilos já estavam duros lindos de morrer. Só tinha vontade de entrar logo na tua vulva, mas contive-me. Não esperaste e com o outro pé começaste a massagar o meu pau já duro. Troquei de pé e repeti a dose sempre com movimentos fortes e sensuais despertando em ti um fogo que ainda estava no inicio. Não esperaste muito mais e puxaste-me para cima da cama com um movimento rápido deitando-me de costas. Procuravas o meu pau para o massajar. A tua boca abriu-se de espanto, em volta do meu marsapio  estava tudo risinho tal qual rabinho de bébé. Vi um brilho nos teus olhos de admiração e de tesão crescente. Dizias que não conseguias para de mexer... 



Com a língua, com a boca, com cara percorreste toda a zona do umbigo até ao fim das costas, varias vezes. Agarraste-o com força...apertavas...labias...chupavas e eu gemia que nem um louco. Enquanto chupavas os meus tomates, senti a tua mão a acariaciar-me o meu buraco lentamente. A outra mão não para de subir e descer pelo meu pau, apertando, torcendo, esfregando...uiiiiiii que loucura. Sim 20 minutos de pura loucura. Quando mordeste a cabeça do meu pau quase que explodi, mas como não queria parar por ali, com um movimento brusco atirei-te para a cama ficando com as tuas nadegas a jeito. Agarrei as tuas nadegas e comecei num movimento lento a afasta-las e a aproxima-las em jeito de massagem, enquanto ia lambendo as tuas pernas em direcção aquele pequeno e rosado buraquinho. Quando lá cheguei, toquei ao de leve com a lingua com micro beijos. Percorri um longo caminho até ao clitoris, passando pelos teus grandes labios com a boca ,sempre ao de leve. 



Para e cima e para baixo intensifiquei a caminhada. Voltei a agarrar as tuas nadegas com força e abri-as. Toda a zona era fogo..ardias de prazer, já sentia o cheiro do teu sumo..Virei-te na cama de barriga para mim e comecei outra longa caminhada entre os teus mamilos duros, passando pelo umbigo, descendo aos lábios. Demorei-me por ali até que comecei a lamber intensamente o teu clitoris com movimentos circulares e alternados. Por vezes descia ao teu cu e voltava ao clitóris. Introduzi um e depois dois dedos procurando aquele ponto maravilhoso, mantendo a língua no clitóris e outro dedo massajando em volta do teu buraco traseiro. A dança manteve-se por muito tempo. Dentro, fora, à volta. As tuas pernas apertavam-me a cabeça, as ancas deambulavam ao som dos teus gemidos. As minhas mãos ocupavam os teus buracos, a língua e boca alternavam em caricias no clitóris, até que. ... 
alllllloooooooo paraíso ... senti a minha boca ser invadida pelos teus fluidos ardentes, perfumados... 
que maravilha... 
Soltaste um grito longo e de raiva. Não parei com as mãos nem a boca, e por mais algum tempo continuaste em extase e a vibrar..
quase que me explodi também....

Com os meus lábios e dedos inundados com o teu fluido perfumado e matador... aproximei-me da tua boca e dei-te a provar a tua lava … que ainda me queimava a língua. Saboreámos juntos essa lava, num longo beijo regenerador que se transformou num “quero mais…”. Voltei a introduzir dois dedos na tua vulva ainda tremente procurando mais seiva, enquanto a minha boca descia até aos teus mamilos duros. Os meus dedos voltaram à tua boca onde pintei os teus lábios com o teu fluido, levemente. Não esperaste e chupaste …. mordeste como tu sabes e como eu gosto. Nesse instante comecei a rodear os teus mamilos erectos com a minha língua, sentindo a textura em volta elevando-se à medida que pequenas gotas de saliva lhe tocavam. A medo fui tocando na ponta do mamilo, primeiro ao de leve, depois com a base da língua. O teu corpo contorcia-se de prazer, e a minha mão percorria o teu ventre descendo até às coxas e voltando a subir como se desenhasse vários oitos em perfeita desarmonia. Os teus mamilos ficavam mais duros e como que procurando a saída de uma gota, mordi-os ao de leve …. levemente. Foi então que troquei a língua pelo meu membro que latejava de ver o teu prazer crescer. Molhei a sua cabeça na tua boca e desci ao outro mamilo, para uma massagem inspiradora …. deliciosa …. De repente agarraste o meu pau e com 5 ou 6 movimentos rápidos e vigorosos deixaste-me quase à beira da explosão …. que eu a custo continuava a adiar. Fugi dos teus movimentos e virei-te de barriga para baixo ficando com as tuas nádegas ali… à mão de semear … apertei com as mãos … rodei … abri suavemente de forma a ver os teus buracos alinhados.
Agarrei no meu membro e coloquei-o entre as tuas nádegas, enquanto abria o frasco do óleo massajador. Deitei algum nas minhas mãos e esfreguei-as para aquecer o meu toque nas tuas costas.


Sentei-me nas tuas coxas com o meu membro entre os teus dois buracos. As mãos olearam as tuas costas e nádegas em movimentos energéticos, num vaivém intenso e sensual. Com as unhas ao de leve percorri a tua pele provocando arrepios … acima e abaixo. Com o meu peito procurei as tuas nádegas e fui massajando-as com os meus mamilos. Subi pelas costas sempre massajando com o peito em movimentos circulares até chegar ao teu pescoço, encostando o meu pau à tua vulva. Beijei-te o pescoço …. atrás da orelha e segredei-te …. :
- sabes ….. há uma pessoa muito especial que te quer massajar as costas …. está ansiosa…em delírio…. posso chama-la?

Ficaste curiosa …. senti-te tremer … não respondes-te ….


e antes da tua resposta levantei-me e ……..

e peguei novamente no frasco de oleo massajador e besuntei o meu pau já em chamas. Este entra em acção e começa por te aplicar uma massagem junto ao pescoço ... no inicio pensas que são os meus dedos ... mas quando te apercebes soltas um gemido loooonnnngooooo ...
continuo a massajar o pescoço ... uma das faces ... e passo levemente pelos teus lábios ardentes que pedem mais.
Volto ao pescoço e lentamente desço às tuas costas pressionando com o membro rijo ... para cima ... para baixo .. em circulos ....descendo até às nadegas. Passo novamente com o meu pau pela tua vulva e pelo teu cu como que lambendo ... deixando-te ansiosa .. pedindo-me para entrar em ti.
 

Sussurro ao teu ouvido:
- calma ... ainda é cedo
inverto a minha posição ficando com o pau junto ao teu pescoço e a minha cara enfiada nas tuas nádegas...
Volto a massajar-te as costas com ele, em movimentos mais intensos e enérgicos enquanto a minha língua passa em volta do teu buraco palpipante,  pressionando por vezes. Faço uma investida aos grandes lábios e enfio a língua o mais que posso na tua gruta. Entre massajem de pau e lambidelas nas zonas ardentes, o teu corpo vai arqueando de desejo deixando adivinhar mais uma explosão.
O teu cheiro invade-me.. o teu calor hasteia ainda mais a minha bandeira ... 


agarro então numa pedra de gelo ... e vou apagando os pequenos fogos na  pele das tuas costas, descendo até às nádegas ... deixando escorrer algumas gotas que aproveito para lamber. Deixo cair mais umas gotas entre as tuas nádegas e sinto-te tremer novamente. Foi ai que ao ver o teu belo traseiro rodando em movimentos sensuais que não me contive ... viro-me e agarro as tuas nádegas e entro pela tua vulva a dentro até ao fundo ... sem parar.

Continuei a entrar como se te empurrasse da cama para fora .. sempre com movimentos ritmados e lentos. Puxo o teu corpo para cima sem sair de ti  pondo-te de gatas, massajo as tuas mamas com uma mão e o teu clitoris com a outra enquanto continuo a comer-te loucamente.


Pergunto-te:
- Queres o meu leite? ... queres ... queres ... diz que queres ... vá ... pede
Os teus gemidos dão a resposta ... o teu orgasmo aproxima-se e incentiva-me a aumentar a intensidade cada vez mais .. até que qual foguetão ...disparo a minha seiva dentro de ti num extase total que me deixa quase sem sentidos.


Caimos na cama ofegantes .... e então alguns segundos depois percorro todo o teu corpo com beijos ... agradecendo a cada milimetro esta sensação de .... de .....

esta não consigo descrever ... fica para a vossa imaginação.

5 comentários:

Elisa disse...

Hummm, realmente seu blog é tudo de bom ! Quero voltar com mais tempo para me deliciar com os outros posts ;)

Na verdade estou aqui para te convidar a conhecer meu novo blog. Criei um novo e estou em busca de amigos. Te deixo o link pois este é o antigo. Espero iniciar uma gostosa amizade.

http://www.elisa-exibe.com/blog

Ah, como gostei do seu, estarei colocando na minha lista de amigos.

Beijos molhadinhos
Elisa

Curiosa disse...

Querido ..
tudo de bom mesmo o teu espaço ...
Pena que não tenha um gadget de seguidores ...
(Adoro seguir, pq não perco meus queridos)

rsrsrs

eu te linkei lá entre meus blogs preferidos para não te perder ...
bj

Amante da Vida disse...

Elisa

Começo por te devolver os beijos molhados.

Espero que gostes do resto e que acima de tudo te divirtas.

Dou-lhe os parabens pela frontalidade e exposição que tem.

É sempre Um Prazer ... ou Dois ... ler os seus posts carregados de Desejo Ardente.

Um Beijo Doce e volte sempre

Amante da Vida disse...

Curiosa, minha querida

Seu pedido é uma ordem, realmente era uma falha grave que já resolvi.

Também já a linkei e sigo suas palavras e imagens que arrasam os amantes do Prazer ... arrasam no bom sentido.

Obrigado pela visita e "divirta-se" com a musica do meu ultimo post

Mel dupla personalidade disse...

Nossa que maravilhoso espaço ... agora posso te seguir e acompanhar esses textos luxuriantes, deliciosos, e haja imaginação moço!
Arrasou demais, volto sempre e visite meu blog.
Bjs doces e um ótimo final de semana.